DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

Efeito placebo auxilia no tratamento de pessoas com dor lombar crônica?

Fernanda de Souza Silva
 

O grande número de indivíduos com dor lombar crônica levou pesquisadores alemães a indagarem os efeitos do placebo acerca desta problemática, já que seus resultados não se diferenciam estaticamente do tratamento de linha adotado atualmente, além de mostrar que podem reduzir a dor crônica, incluindo a lombar, a um grau significativo e clinicamente relevante. A pesquisa então visou analisar a repercussão do placebo (celulose microcristalina) em duas vertentes: subjetiva e objetiva, onde analisou-se a percepção do paciente nas classificações de dor e nas suas incapacidades, e a amplitude de movimento e velocidade do movimento da coluna vertebral, respectivamente.

 

No ensaio, os pacientes foram alocados de maneira aleatória para receber o placebo duas vezes ao dia durante três semanas consecutivas, além do seu tratamento usual ou sem qualquer intervenção adicional. Os dados foram obtidos antes da primeira ingesta do placebo e após os 21 dias. Devido ao estudo ser de característica aberta, os participantes estavam cientes da alocação do grupo e não cegos ao tratamento, ou seja, sabiam que as cápsulas não continham ingredientes ativos.

 

Averiguou-se que os indivíduos que utilizaram o placebo juntamente com o tratamento padrão reduziram a dor, a incapacidade funcional e sintomas de estresse depressão, além da tendência desses pacientes procurarem menos analgésicos. Sendo assim, apresentou efeitos positivos sobre a questão subjetiva analisada, pois mostrou melhoria na restrição de atividades relacionadas a mobilidade, porém não se observou impacto na avaliação objetiva. Mesmo assim, é notória a participação do placebo por melhorar a dor e a incapacidade, por serem as maiores queixas dos pacientes com dor lombar crônica.

 

Referência: Kleine-Borgmann J, Schmidt K, Hellmann A, Bingel U. Effects of open-label placebo on pain, functional disability, and spine mobility in patients with chronic back pain: a randomized controlled trial. Pain. 2019; 160(12):2891-2897.

 

Alerta submetido em 03/02/2020 e aceito em 10/02/2020.