DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

Diferentes estímulos cerebrais medeiam a sensação dolorosa a partir de expectativas sociais e condicionadas

Gabriel Victor Lucena da Silva
 

Crenças e expectativas moldam a experiência e o comportamento humano de muitas maneiras: elas servem como a base para formar uma percepção sensorial através de feedbacks e guiam a fazer ações e decisões ao longo da vida. Além disso, são as principais responsáveis por moldar sintomas clínicos, fisiológicos e outras experiências. Um clássico exemplo que ilustra o poder das expectativas é o efeito placebo e nocebo, que variam de acordo com a experiência subjetiva e também devido à necessidade do indivíduo de ter um tratamento médico para aliviar um determinado sintoma.

 

Expectativas sobre a dor são criadas a partir de duas diferentes fontes: informações sociais e aprendizagem associativa. Os autores previamente desenvolveram um estudo experimental onde os participantes viam representações simbólicas de índices de dor uns dos outros (informações sociais) e sinais de redução da dor classicamente condicionados antes de experimentar um estimulo térmico doloroso e depois informavam como foi a sensação dolorosa. Por ressonância magnética conseguiram estudar diferentes áreas do cérebro que estavam sendo estimuladas.

 

Informações sociais e estímulos condicionados tiveram efeitos significativos nas classificações de dor e ambos foram mediados por expectativas auto reportadas. No entanto, esses efeitos foram mediados por padrões de atividade cerebral amplamente diferenciados, envolvendo diversas redes funcionais de larga escala. Esses resultados mostram que expectativas aprendidas versus expectativas socialmente instruídas modulam a dor por meio de mecanismos parcialmente diferentes.

 

Referência: Koban L, Jepma M, López-Solà M, Wager TD. Different brain networks mediate the effects of social and conditioned expectations on pain. Nature Communications, [s.l.], v. 10, n. 1, p.1-13, 10 set. 2019. Springer Science and Business Media LLC. http://dx.doi.org/10.1038/s41467-019

 

Alerta submetido em 20/09/2019 e aceito em 20/09/2019.

 


Leitura original e/ou complementar