DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

Cannabis no lugar de opioides para tratamento da dor

Mariane Aparecida da Silva
 

Centros para Controle de Doenças (CDC) e Prevenção relatam que os opioides (prescritos e Heroína) mataram milhares de pessoas, sendo o maior número registrado no ano de 2014. Mesmo com essa estatística, os números de prescrições de opioides aumentam junto com os casos de morte por overdose de opioides, pois a terapia com opioides de longa duração para dor, principalmente dor crônica, está associada a uma série de riscos, incluindo transtornos do uso de opiáceos, dependência, sobredosagem e morte.

 

Pesquisadores descobriram que a implementação de uma lei médica eficaz para uso de cannabis levou a uma redução significativa de doses de opioides prescritos para o tratamento de dor por médicos.

 

A cannabis pode ser um tratamento eficaz para a dor, reduzindo consideravelmente a chance de dependência, eliminando o risco de sobredosagem fatal quando comparado a medicamentos com base de opioides. Alguns pacientes e médicos que utilizam o tratamento com a cannabis relatam que a eficácia é igual, até mesmo superior do que os medicamentos a base de opioides para o tratamento da dor.

 

O estudo em questão examinou o uso de cannabis como substituto de medicamentos a base de opioides para o tratamento da dor. Os dados foram retirados de uma pesquisa com pacientes com câncer, sendo que 34% dos pacientes usaram analgésicos opioides no período de 6 meses antes da pesquisa. A maioria dos entrevistados relatou que a cannabis proporcionou alívio de dor, semelhante a outros medicamentos, sem efeitos colaterais indesejados. 97% dos pacientes concordaram que o tratamento com a cannabis é capazes de diminuir a quantidade de uso de medicamentos a base de opioides quando estão usando a cannabis também. Já 81% concordaram que usar apenas a cannabis possui mais eficácia no tratamento de suas condições. Esses resultados possuem um padrão semelhante quando comparados o tratamento com cannabis e tratamentos com medicamentos não opioides, como Tylenol (Paracetamol) e o Advil (Ibuprofeno).

 

São necessárias pesquisas futuras que possam acompanhar os resultados clínicos relacionados ao uso de cannabis como um substituto viável para o tratamento da dor. A análise dos resultados deste uso sugerem que um possível tratamento com Cannabis para as condições clínicas de dor crônica em pacientes com dependência por opioides.

 

Referência: REIMAN, Amanda; WELTY, Mark; SOLOMON, Perry. Cannabis as a Substitute for Opioid – Based Pain Medication: Patient Self-Report. Cannabis and Cannabinoid Research. Volume 2.1, 2017. DOL: 10.1089/can.2017.0012.

 

Alerta submetido em 16/03/2018 e aceito em 16/03/2018.

 


Leitura original e/ou complementar