DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

Primeira demonstração de fibras nervosas em biópsias musculares humanas e comparação da quantidade em pacientes com e sem dor muscular

Adriele Alves Santos

 

A dor crônica por vezes pode ter envolvimento de distúrbios musculares, em busca de esclarecimentos acerca dos mecanismos envolvidos nessa relação, Jorge et al. (2018) comparou a quantidade de fibras nervosas em músculos de pacientes com distúrbios musculares e pacientes sem dor muscular. Para tanto, foram analisadas 14 amostras de biópsia por imunofluorescência de diferentes músculos, sendo 6 dessas amostras de pacientes sem dor muscular e 8 de pacientes com dor muscular. Após uma classificação semiquantitativa do resultado, foi comprovado que os pacientes que possuíam distúrbios musculares apresentavam mais fibras nervosas quando comparado ao grupo controle. Contudo, para esclarecer melhor a relação entre os distúrbios musculares e a dor crônica, seriam necessários mais estudos para subdividir quais fibras nervosas presentes nesses casos e identificar nociceptores entre elas.

 

Referências: C. Jorge, M. Oliveira-Fusaro, N. Üçeyler, C. Sommer. First Demonstration of Nerve Fibers in Human Muscle Biopsies and the Comparison of the Amount in Patients With and Without Muscle Pain. 17° Congresso Mundial sobre Dor da Associação Internacional para o Estudo da Dor, Boston, Estados Unidos, 12-16 de setembro de 2018.

 

Alerta submetido em 04/12/2018 e aceito em 04/12/2018.

 


Leitura original e/ou complementar