DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

Tempo de mudança: uma investigação experimental da dor crônica em pacientes, respostas emocionais e atitudinais a simulação de conselho para diminuir uso de opioides

Júlia Maia L. Rodrigues

 

Médicos relatam resistência em aconselhar pacientes a diminuir o uso de opioides por receio de que os pacientes respondam com nervosismo e insatisfação. Porém, estudos na área demonstram que pacientes com dor crônica podem diminuir o uso de opioides e apresentar melhor qualidade de vida, quando recebem estratégias cognitivas e comportamentais para lidar com a dor. O estudo dividiu a amostra em três grupos, onde cada grupo recebeu um tipo de aconselhamento, sendo os aconselhamentos: para o primeiro grupo (1) manter-se na medicação atual, para o segundo grupo (2) mudar de opioides para outra medicação, e o terceiro grupo (3) diminuir o uso de opioides, fazendo uso de estratégias não farmacológicas. Os grupos receberam aconselhamento, após essa intervenção, cada participante respondeu questionários sobre sua resposta emocional (se haviam se sentido entusiasmados ou irritados com os conselhos), e sobre sua resposta atitudinal (o quanto desejavam seguir o conselho). Foi constatado que os participantes demonstraram maior entusiasmo e vontade de seguir o aconselhamento no que concerne a diminuir o uso de opioides, utilizando outros fármacos ou ainda fazendo uso de medidas não-farmacológicas para controle da dor. O acompanhamento para pacientes com dor crônica pode ser de difícil manejo, mas cabe a equipe conhecer e demonstrar ao paciente todas as suas opções, para que juntos possam fazer a melhor escolha.

 

Referência: Ashton-James CE, Chemke-Dreyfus A, Costa D, Glare P. Time for change: an experimental investigation of chronic pain patients' emotional and attitudinal responses to simulated opioid-tapering advice. Pain. 2019 . [Epub ahead of print]

 

Alerta submetido em 08/05/2019 e aceito em 08/05/2019.

 


Leitura original e/ou complementar