DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

Efeitos do cortisol sobre a dor visceral e somática na sensibilidade e medo relacionada à dor entre homens e mulheres

Ivanete de Freitas Lisboa

 

O cortisol é um importante hormônio endógeno, secretado pelas glândulas suprarrenais, que está em níveis mais elevados pela manhã e relacionado com o controle do estresse seus distúrbios causam grandes impactos na saúde do ser humano. A dor visceral provoca maior estresse e medo em relação a somática. Ainda não há estudos que relacionam a dor visceral com o cortisol. Sendo assim, foi realizado um ensaio clínico randomizado controlado com a utilização de hidrocortisona ou placebo. A amostra foi constituída de homens e mulheres saudáveis que não fazem uso de nenhuma substância.

 

Para isto avaliou-se a sensibilidade, classificação da intensidade, aprendizagem e medo relacionada à dor. Para induzir a dor visceral foi introduzido um balão retal, e a dor somática foi induzida por estímulos térmicos na região do antebraço. O estudo foi realizado no período da tarde, onde os níveis de cortisol estão baixos, e coletou amostra da saliva para determinar os níveis de cortisol. Com isso avaliou o limiar de dor visceral e somática pelo questionamento de quão doloroso/desagradável de 0 a 100 era o estímulo, além de ter avaliado a expressão facial.

 

Os resultados demonstraram que a hidrocortisona aumentou o nível de cortisol e reduziu a dor visceral, no entanto, não teve efeito sobre a somática quando comparado com o placebo. Em níveis cognitivos como o medo em relação à dor houve alteração no grupo da hidrocortisona relacionado assim com o aumento do cortisol, além disso houve uma pequena diferença entre sexo sendo observado uma maior tendência para hiperalgesia em mulheres. Como não foram observados efeitos na dor somática são necessários novos estudos com novos limiares de dor e diferença entre sexos.

 

Referência: Benson S, Siebert C, Koenen LR, Engler H, Kleine-Borgmann J, Bingel U, Icenhour A, Elsenbruch S. Cortisol affects pain sensitivity and pain-related emotional learning in experimental visceral but not somatic pain: a randomized controlled study in healthy men and women. Pain. 2019;160(8);1719–1728.

 

Alerta submetido em 22/09/2019 e aceito em 22/09/2019.

 


Leitura original e/ou complementar