DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia
Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto - USP
Faculdade de Farmácia - Universidade Federal da Bahia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

Fármacos adjuvantes como aliados na diminuição de opioides em casos de câncer

Rafaela Silva Motta

 

A dor é um sintoma encontrado em aproximadamente 80% dos casos de câncer no mundo. Nesses casos, a dor pode ser causada pelo tumor em si ou pelo tratamento, sendo mais comum a dor de natureza neuropática. Por isso, os fármacos opioides são amplamente utilizados como terapêutica em pacientes oncológicos, apesar de todos os efeitos adversos que permeiam sua utilização.

 

A presente revisão sistemática reuniu achados de ensaios clínicos que buscam encontrar associações com não opioides que possam ser utilizados para diminuir ou extinguir a utilização de opioides na dor oncológica. Para tanto, foram analisados 4 ensaios clínicos randomizados.

 

Determinar a etiologia da dor é muito importante na escolha da terapêutica. A combinação de relevância encontrada nesta revisão foi a utilização concomitante de duloxetina, pregabalina e opioide. A utilização de antidepressivos e gabapentinoides como medicação adjuvante mostrou-se promissoras para a dor neuropática, tanto nos casos de câncer quanto para outras doenças, corroborando com literaturas anteriores. Os estudos na área de dor oncológica ainda são escassos e limitados, não sendo suficientes para determinar os riscos e benefícios das combinações de fármacos para esses casos, embora tenham sido apontadas como promissoras até o momento.

 

Referências: Sohi G, Lao N, Caraceni A, Moulin DE, Zimmermann C, Herx L, Gilron I. Nonopioid drug combinations for cancer pain: a systematic review. Pain Rep. 2021 Mar 2;7(2):e995. doi: 10.1097/PR9.0000000000000995. PMID: 35261931; PMCID: PMC8893303.

 

Alerta submetido em 25/04/2022 e aceito em 02/05/2022.