DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

Lembrando da dor da cirurgia um ano depois

Fernanda de Souza Silva

 

O grande número de indivíduos com dor crônica levou pesquisadores canadenses a indagarem o motivo por trás desta afirmação, onde se analisa experiências de dor na infância, pois são lembradas por muito tempo após o ocorrido. Entretanto, essa memória pode ser fidedigna ao acontecimento ou enviesada com o passar dos anos, tornando-se tendenciosa como uma experiência mais dolorosa do que realmente foi devido a fatores de risco, tornando-se propenso a ter maior aflição em receber cuidados de saúde e possuir um limiar de dor menor em experiências futuras.

 

A literatura mostra que pessoas com elevados níveis de ansiedade identificam mais situações consideradas por elas ameaçadoras, acarretando numa superestimação da dor em si, porém não se investigou os fatores de ansiedade gerais e seus impactos negativos nessa recordação, além da lembrança em longo prazo da dor pós-operatória. Deste modo, o estudo examinou a sensibilidade à ansiedade, dor catastrófica e ansiedade à dor de 237 crianças e adolescentes que passaram por cirurgia de grande porte, sendo alisados em nível basal (normal), 48 a 72 horas após a cirurgia e no 6º e 12º mês posteriormente.

 

Verificando os resultados, observa-se que a sensibilidade à ansiedade, dor catastrófica e ansiedade à dor contribuem para uma visão negativa maior da dor, sendo que na avaliação do 6º e 12º mês foi apresentado um escore superior ao do nível basal (momento antes da cirurgia). Sendo assim, é inferido que pelo passar do tempo pode ocorrer uma distorção da memória da dor, maximizando essa percepção.

 

Referência: Noel M, Rosenbloom B, Pavlova M, Campbell F, Isaac L, Pagé MG, Stinson J, Katz J. Remembering the pain of surgery 1 year later: a longitudinal examination of anxiety in childrens pain memory development. Pain. 2019, 160(8):1729-1739.

 

Alerta submetido em 22/09/2019 e aceito em 22/09/2019.

 


Leitura original e/ou complementar