DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

Pacientes com osteoartrite de joelho demonstram alterações na conectividade da ínsula

Ivo Vieira de Sousa Neto

 

A conectividade cerebral por meio da ressonância magnética funcional é uma abordagem poderosa para entender os fundamentos neurais da dor crônica. A rede de modo padrão, a executiva central e a de saliência constituem as três principais redes cerebrais. A rede de saliência desempenha um papel na integração de informação sobre o significado positivo, ou negativo no contexto da dor. O estudo em questão comparou a conectividade funcional entre indivíduos com dor crônica inerente à osteoartrite (OA) de joelho e indivíduos saudáveis. Pesquisadores ingleses descobriram mudanças na rede de saliência (ínsula) em resposta à dor provocada por OA. Os participantes com OA dolorosa apresentaram aumento da anticorrelação entre esta região e a rede modo padrão (giro frontal superior, córtex cingulado posterior, lobo parietal esquerdo e lobo parietal direito). Ou seja, maior atividade da ínsula e menor atividade destas estruturas. A análise de causalidade revelou aumento da influência negativa no córtex cingulado posterior em pacientes com OA de acordo com a anticorrelação aumentada. Por fim, a atividade desta estrutura cerebral foi correlacionada com uma maior intensidade da dor no grupo paciente. Os resultados apresentados sugerem que a rede de saliência é alterada na dor crônica da OA.

 

Referência: Cottam WJ, Iwabuchi SJ, Drabek MM, Reckziegel D, Auer DP. Altered connectivity of the right anterior insula drives the pain connectome changes in chronic knee osteoarthritis. Pain. 2018, 159(5):929-938.

 

Este alerta foi elaborado na disciplina 395528 - Seminários Avançados em Pesquisa em Ciências e Tecnologias em Saúde do Programa de Pós-graduação em Ciências e Tecnologias da Saúde, Faculdade de Ceilândia - UnB.

 

Alerta submetido em 26/06/2018 e aceito em 26/06/2018.

 


Leitura original e/ou complementar