DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

Evidências de um perfil somatossensorial específico após macro-reimplantação

Thaise Loyanne Felix Dias

 

Pacientes que realizam reimplantação de membro amputado ainda experimentam dor moderada a persistente. Mesmo com revascularização e reinervação bem-sucedida observam-se déficits na sensibilidade. O presente estudo propôs avaliar a perda e ganho na sensibilidade somatossensorial de indivíduos que realizaram macro-reimplantação de membro superior, sendo utilizados testes sensoriais quantitativos.

 

Foi encontrado nestes pacientes hipoestesia mecânica e térmica combinada àhiperalgesia por pressão. Quando comparado a pacientes com dor neuropática e lesões nervosas periféricas, o perfil somatossensorial é diferente, uma vez que os pacientes do presente estudo não apresentaram hipoestesia mecânica isolada, sendo sempre combinada à hipoestesia térmica. Estes pacientes também não apresentaram hiperalgesia térmica, que é frequente na dor neuropática.

 

Outro achado do estudo é que pacientes com reimplantes mais antigos apresentaram maior perda de função (hipoestesia mecânica e térmica). A partir dos resultados, sugere-se um perfil somatossensorial específico para os pacientes macro-reimplantados, visto que apresentaram algumas características diferentes da dor neuropática e de lesões nervosas periféricas.

 

Referência: Blume KR, Racz J, Franz M, Dietrich C, Puta C, Friedel R, Hofmann GO, Miltner W HR, Weiss T. Quantitative sensory testing after macroreplantation: evidence for a specific somatosensory profile. Pain [Internet]. 2018;159(7). Available from: https://journals.lww.com/pain/Fulltext/2018/07000/Quantitative_sensory_testing_after.12.aspx

 

Este alerta foi elaborado na disciplina 395528 - Seminários Avançados em Pesquisa em Ciências e Tecnologias em Saúde do Programa de Pós-graduação em Ciências e Tecnologias da Saúde, Faculdade de Ceilândia - UnB.

 

Alerta postado em: 02/07/2018 e aceito em: 02/07/2018

 


Leitura original e/ou complementar