DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

Tratamento de hemicontusão cervical em modelo animal com pregabalina

Giovanna França Alves
 

A dor neuropática é algo preocupante inclusive para aqueles que possuem lesão medular. Tal fato corrobora na indispensabilidade de estudos em modelo animal. Assim, executou-se uma hemicontusão cervical em ratos, resultante da destruição parcial da substância cinzenta e branca de um lado da medula e a preservação do outro lado. Após a recuperação do procedimento cirúrgico, efetuou-se o tratamento com Pregabalina.

 

A Pregabalina é um medicamento utilizado para tratar epilepsia e dores. Sua ação é devido a ação sobre os canais de cálcio voltagem-dependentes pré-sinápticos, porém seu efeito analgésico sugere outro mecanismo, haja vista que o fármaco atinge concentração elevada no líquido cefalorraquidiano horas ou até mesmo dias após a administração oral.

 

Os animais foram divididos em dois grupos, sendo um o controle, que recebeu apenas uma simulação da hemicontusão e o teste, que de fato recebeu a lesão cervical. Ambos os grupos desenvolveram uma irritação epidérmica no local da cirurgia, sendo evidenciada mais precoce e mais prevalente no grupo controle, provavelmente devido a função medular intacta. O tratamento precoce com a Pregabalina demonstrou melhora desta irritação.

 

Para analisar a recuperação, os ratos foram submetidos a um teste onde deveriam alcançar pellets alimentícios e obter sucesso nesta captura. Após o tratamento com Pregabalina, observou-se a manutenção desta capacidade de recuperar, se comparada ao veículo, e obteve-se declínio desta capacidade quando a terapia foi cessada. A posterior readministração do fármaco só demonstrou melhora nos animais que haviam recebido a medicação precocemente. Isto leva a crer que a administração precoce do medicamento tem caráter neuroprotetor e que a sensibilidade ao fármaco é mantida mesmo após o término da terapia.

 

Assim, conclui-se que o tratamento precoce com Pregabalina impede o decréscimo de atividade motora além de garantir uma sensibilidade ao fármaco, porém não foi possível determinar se isso é algo que depende da preservação do tecido. Além disso, o presente estudo demonstrou a importância de uma intervenção precoce após lesão medular, sendo a Pregabalina um bom candidato , com efeitos benéficos clinicamente comprovados.

 

Referência: Skilled reaching deterioration contralateral to cervical hemicontusion in rats is reversed by pregabalin treatment conditional upon its early administration. Erskine ELKS, Smaila BD, Plunet W, Liu J, Raffaele EE, Tetzlaff W, Kramer JLK, Ramer MS. PAIN Reports. 2019; 4(3):749.

 

Alerta submetido em 10/07/2019 e aceito em 10/07/2019.

 


Leitura original e/ou complementar