DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia
Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto - USP
Faculdade de Farmácia - Universidade Federal da Bahia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 


A corrida voluntária é capaz de diminuir a dor lombar em machos e fêmeas?

Karoline Cristina Jatobá da Silva

 

Em 2022, pesquisadores do Canadá, Japão e EUA demonstraram em um estudo com camundongos, que a corrida é capaz de diminuir os sintomas da dor lombar, principalmente em fêmeas. Uma vez que a dor lombar persistente é a principal causa de incapacidade global, os cientistas realizaram um estudo pré-clínico para avaliar o efeito da corrida voluntária sobre os sintomas de dor e inflamação associados à essa condição.

 

Nesse estudo foram utilizados camundongos SPARC-null de ambos os sexos. SPARC-null são camundongos sem o gene SPARC, que codifica uma proteína necessária para a formação óssea, de modo que animais SPARC-null desenvolvem degeneração dos discos intervertebrais, ocasionando dor lombar persistente. Para analisar os efeitos da corrida voluntária na dor lombar persistente, foi inserida uma roda de corrida (grupo ativo) ou uma roda fixa (grupo controle) na gaiola dos camundongos, e as avaliações foram realizadas durante os 6 meses seguintes. Foram avaliados parâmetros comportamentais de dor e marcadores de inflamação. Os resultados dos testes demonstraram que a corrida reduziu os parâmetros de dor em ambos os sexos, mas apenas nas fêmeas foi observada redução nos níveis de mediadores pró-inflamatórios, resultando em atenuação da inflamação.

 

Portanto, a corrida voluntária modulou os sintomas de dor e inflamação associados à dor lombar persistente de modo distinto em camundongos machos e fêmeas. Esses resultados indicam que a corrida voluntária induz analgesia em machos e fêmeas, mas o mecanismo de ação terapêutica da corrida na dor lombar pode ser específico para o sexo.

 

Referência: Lee S, Jang SH, Suzuki-Narita M, Gregoire S, Millecamps M, Stone LS. Voluntary running attenuates behavioural signs of low back pain: dimorphic regulation of intervertebral disc inflammation in male and female SPARC-null mice. Osteoarthritis Cartilage. 2022;30(1):110-123. doi:10.1016/j.joca.2021.06.014

 

Alerta submetido em 08/07/2022 e aceito em 08/07/2022.