DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

A perda da sinalização do receptor μ opioide em nociceptores, mas não na microglia, anula a tolerância à morfina

Erika Ivanna Araya Pallarés *

 

O tratamento com opioides é o pilar principal para o alívio da dor severa e crônica, visto que melhoram aspectos sensitivos e afetivos da dor. Entretanto seu uso crônico produz graves efeitos adversos inclusive tolerância e hiperalgesia (OIH), prejudicando a analgesia e levando ao escalonamento de dose, responsável pela elevada mortalidade relacionada com opioides. Os tipos celulares e os mecanismos que levam a esses processos não estão completamente esclarecidos, o que tem impedido o desenvolvimento de terapias para maximizar e sustentar a eficácia analgésica dos opioides.

 

Neste estudo acharam que a ativação dos receptores μ opioides (MORs) expressos no DRG e terminais centrais dos aferentes primários iniciam o desenvolvimento de tolerância e OIH. Entretanto, demonstraram que os MORs não estão expressos na micróglia espinhal. A deleção seletiva de MORs específicos dos nociceptores eliminou a tolerância, OIH e potenciação sináptica pró-nociceptiva de longa duração, sem alteração da antinocicepção. Além disso, a coadministração de antagonista periférico MORs com morfina foi capaz de prevenir a tolerância e OIH sem diminuir a antinocicepção em modelos de dor pós-cirúrgica e neuropática. Portanto, o estudo sugere uma nova estratégia que pode melhorar o tratamento da dor crônica maximizando o efeito analgésico sem produzir tolerância nem hiperalgesia induzida por opioides.

 

Referência: Corder G, Tawfik VL, Wang D, Sypek EI, Low SA, Dickinson JR, Sotoudeh C, Clark JD, Barres BA8, Bohlen CJ, Scherrer G. Loss of μ opioid receptor signaling in nociceptors, but not microglia, abrogates morphine tolerance without disrupting analgesia. Nat Med. 2017; 23(2):164-173.

 

Alerta submetido em 12/06/2017 e aceito em 13/06/2017.


Leitura original e/ou complementar