DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia
Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto - USP
Faculdade de Farmácia - Universidade Federal da Bahia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 


Avaliação térmica sensorial em voluntários sugere que gênero influencia na confiabilidade dos resultados em testes de dor

Gésia Oliveira de Jesus

 

Um estudo clínico realizado entre 2015 e 2020, por pesquisadores da National Institutes of Helth nos Estados Unidos, mostrou que a confiabilidade dos resultados de testes de dor é maior em mulheres que em homens. Este estudo avaliou a confiabilidade de medidas de percepção de dor em testes de sensibilidade e tolerância à dor, e investigou se o gênero influencia na confiabilidade dos resultados.

 

Foram incluídos no estudo 171 participantes, de ambos os sexos, que foram submetidos a um procedimento de adaptação aos estímulos antes da realização do teste. Para identificar a sensibilidade e tolerância à dor produzida por calor, um termodo de temperatura controlada foi colocado em diferentes pontos do antebraço, e, por 3 vezes para cada participante, estímulos de calor foram aplicados. Em seguida, os participantes forneceram classificações de intensidade de dor usando uma escala visual de 0 a 10. De um modo geral, os resultados indicaram níveis moderados de confiabilidade nos resultados dos testes. Entretanto, foi identificado que, em relação ao gênero, os resultados de tolerância e sensibilidade à dor relatados pelas mulheres apresentaram maior confiabilidade por se manterem dentro de uma linearidade de respostas na classificação da intensidade da dor em relação à temperatura.

 

O estudo mostrou que os resultados dos testes de dor com as mulheres apresentaram confiabilidade significativamente maior. Essa evidência refuta justificativas comuns à exclusão de mulheres na pesquisa sobre dor.

 

Referênciaꓽ AMIR, Carolyn et al. Test-retest reliability of an adaptive thermal pain calibration procedure in healthy volunteers. Jornal of pain, Washington D.C., ano 1, v. 1, n. 1, ed. 1, p. 1-10, 18 fev. 2022. DOI 10.1016/j.jpain.2022.01.011.

 

Alerta submetido em 10/05/2022 e aceito em 19/05/2022.