DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia
Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto - USP
Faculdade de Farmácia - Universidade Federal da Bahia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 


Reação autoimune da fibromialgia

Gustavo Lee Minari

 

Pesquisadores da McGill University realizaram um estudo acerca da patologia da fibromialgia. Foi analisada a frequência da presença de anticorpos imunoglobulina G (IgG) anti-células gliais satélite e sua relação com a gravidade da fibromialgia. Foi descoberto que as imunoglobulinas G de pacientes com fibromialgia reagem com as células gliais satélites com frequência, indicando um dos mecanismos patológicos da doença a partir do acúmulo dessas células nos gânglios das raízes dorsais.

 

Nesse estudo a atuação da IgG, autoanticorpo reagente com células gliais satélites, foi analisada de diversas maneiras. Primeiro seu efeito foi testado utilizando IgG de pacientes com fibromialgia em roedores. Observou-se o desenvolvimento de sensibilização nociceptiva nos roedores, característica da fibromialgia. A partir disso, foram analisadas as interações da IgG com as células gliais satélite (CGS) in vivo, in vitro e em tecido humano de gânglios das raízes dorsais. As CGSs envolvem o corpo celular dos neurônios sensoriais, sendo fundamentais na nocicepção, dores neuropáticas e dores inflamatórias. Além de comparar essa interação com células de indivíduos saudáveis para o grupo controle, também foi feita a análise com células de indivíduos com osteoartrite para verificar se a interação entre IgG e CGS seria específica da fibromialgia ou generalizada para condições de dor crônica. O resultado foi de que essa ação de autoanticorpo é específica da fibromialgia.

 

Diante disso, o estudo aponta que para uma melhor abordagem da fibromialgia, futuros estudos precisarão identificar se há relação entre a reação autoimune envolvendo IgG e CGSs de pacientes com fibromialgia e a gravidade das manifestações da doença.

 

Referência: Krock E, Morado-Urbina CE, Menezes J, et al. Fibromyalgia patients with elevated levels of anti-satellite glia cell immunoglobulin G antibodies present with more severe symptoms. Pain. 2023;164(8):1828-1840. doi:10.1097/j.pain.0000000000002881

 

Alerta submetido em 06/10/2023 e aceito em 03/11/2023.