DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

Novo inibidor da proteína quinase G-1α no tratamento da dor

Filipe Almeida Carvalho Gonzaga*

 

A importância da proteína quinase G-1α (PKG-1α) na mediação da dor tem sido bem documentada em estudos de hiperalgesia. Essas descobertas sustentam fortemente a ideia de que um inibidor da PKG-1α pode aliviar a dor. Além disso, uma vez que os neurônios que contêm a PKG-1α estão nos gânglios periféricos, o inibidor não precisa entrar no SNC. O PKG-1 Rp-8-pCPT-cGMPS (RPG), inibidor de tal enzima, reprimiu significativamente a hiperalgesia e a alodinia em modelos experimentais utilizando ratos. Atualmente, não existe um inibidor efetivo da PKG-1α para o desenvolvimento de fármacos. Os compostos de ação similar ao RPG não possuem alta potência, são acompanhados de efeitos não específicos e apresentam perfis farmacocinéticos muito fracos, sendo então necessária a síntese de novos compostos inibidores de PKG-1α como o N46.

 

Os resultados obtidos nesse estudo apontam o N46 como um analgésico eficaz na dor associada à PKG-1α, pois apenas uma dose de N46 pode aliviar a dor por um longo período, sugerindo que a exposição a longo prazo pode não ser necessária.

 

O N46 não afetou a perna contralateral nem o controle motor, indicando que seus efeitos não são sistêmicos, o que é consistente com o fato de a PKG-1α estar ausente dos neurônios motores. Apesar de o N46 estar presente no coração dos ratos minutos após a aplicação do mesmo, não foram encontradas evidências de efeitos a curto prazo.

 

A molécula sintetizada mostrou-se capaz de aliviar as hipersensibilidades mecânicas e térmicas induzidas por capsaicina, o que sugere que a inibição da PKG-1α pode aliviar a dor inflamatória que surge em resposta ao TRPV1.

 

Referência: Sung YJ, Sofoluke N, Nkamany M, Deng S, Xie Y, Greenwood J, Farid R, Landry DW, Ambron RT.A novel inhibitor of active protein kinase G attenuates chronic inflammatory and osteoarthritic pain. Pain. 2017;158(5):822-832.

 

* Graduado em Farmácia pela Universidade de Brasília - Faculdade de Ceilândia.

 

Alerta submetido em 13/06/2017 e aceito em 13/06/2017.


Leitura original e/ou complementar