Alerta postado em: 04/11/2019 e aceito em: 04/11/2019
 

DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia
Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto - USP
Faculdade de Farmácia - Universidade Federal da Bahia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Alerta da edição mensal

 

 

A modulação dos limiares de dor através de estímulos no complexo trigemino cervical

Jorge Antônio Abreu Ribas

 

Os nervos trigêmeos podem sensibilizar e modular a percepção de dor do nervo occipital maior e vice-versa, formando uma unidade funcional. Pesquisadores do Instituto de Neurociência de Sistemas da Universitätsklinikum Hamburg-Eppendorf propuseram um ensaio clínico para analisar se a relação entre os dois grupos nervosos poderia sensibilizar e consequentemente diminuir o limiar de dor dos pacientes, auxiliando na explicação de enxaquecas e dores de cabeça, como observado em estudos com animais.

 

O estudo foi dividido em duas partes, sendo no protocolo 1 o recrutamento de 40 participantes divididos no grupo GON (nervo occipital maior) e grupo V1 (que seria analisado o nervo trigêmeo). A capsaicina foi utilizada para sensibilizar os receptores nociceptivos na área sensorial indicada, dependendo do grupo randomizado, e foram feitas medições o limiar de dor antes, 20 e 60 minutos após a administração do fármaco. Paralelamente foi feito um estudo com outros participantes, similar ao protocolo 1, porém incluindo a análise de outros dois nervos trigêmeo (V2 e V3).

 

O estudo concluiu que além dos grupos nervosos observados estarem interligados, observando uma convergência entre os aferentes nociceptivos e a possível ação de neurônios inibitórios. A unidade funcional pode explicar alguns mecanismos de síndromes de cefaleias primárias.

 

Referências: Basedau H, Nielsen T, Asmussen K, Gloss K, Mehnert J, Jensen RH, May A. Experimental evidence of a functional relationship within the brainstem trigeminocervical complex in humans. Pain. 2022 Apr 1;163(4):729-734. doi: 10.1097/j.pain.0000000000002417. PMID: 34326294.

 

Alerta submetido em 18/04/2022 e aceito em 03/05/2022.