DOL - Dor On Line

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP

Universidade de Brasília - Campus de Ceilândia

Principal    |    Editoriais    |    Edições    |    Sobre a Dor    |    Glossário    |    Projeto DOL    |    Publicações    |    Contato

   
 

Editorial do mês

 

 

Iniciando nosso ano 20!
Mani Indiana Funez *

Paulo Gustavo Barboni Dantas Nascimento **

 

Este mês o projeto Dor On Line entra em seu vigésimo ano de existência. Desde sua concepção pelo professor Sérgio Ferreira no ano 2000, como uma ferramenta de divulgação científica no estudo da dor, trilhamos 229 edições que foram fielmente entregues com uma pontualidade impecável pelo nosso webmaster e diagramador José Waldik Ramon (apesar dos contratempos que a equipe de pauta sempre, numa inconstância impecável, leva ao limite nossos prazos de edição).

 

Grande inventor que era, o professor Sérgio foi capaz de idealizar e mobilizar um dos maiores centros de pesquisa em Farmacologia do Brasil nessa empreitada, na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, sempre valendo-se do talento de jovens pós-graduandos, executando pesquisas da maior qualidade científica para a composição editorial do projeto. Isso permitiu o desenvolvimento de uma ferramenta de jornalismo científico e difusão de conhecimento em língua portuguesa sobre o estudo da dor com capacidade crítica e atuação precisa nesta missão.

 

Duas décadas adiante no século XXI, muito se modificou em termos de veículos de comunicação e meios de interação social pela internet. No entanto, o site do nosso projeto, www.dol.inf.br permanece. Hoje um repositório de duas décadas de informação sobre a dor, continuando após o passamento de seu fundador há alguns anos, graças à relevância e importância que este ato pioneiro inspira em seus voluntários.

 

Hoje, com ajuda de nossas editoras de conteúdo, Sabrina Lisboa, cientista premiada, e Ieda Regina, fiel escudeira do professor Sérgio na pesquisa, contamos com um corpo editorial diverso, plural, que extravasou estados e veículos de divulgação. Nesta trajetória de tantos anos, pesquisadores diversos, hora alunos de pós-graduação, hoje estão colocados em tantas outras Instituições de ciência e tecnologia do Brasil e do exterior, contribuem também com seus graduandos e pós-graduandos para nossas edições. Além disso, quando do seu início, além da divulgação pelo nosso portal, havia a laboriosa prospecção de endereços de e-mail de diversas interessados no tema de nosso boletim, constituindo outra batalha o envio individual da edição mensal a seus recipientes, lutando contra o preconceito insensível de filtros de SPAM e uma crescente sociedade de informação e diversidade. Hoje substituímos essa cobertura pela distribuição dos alertas e editoriais ao longo do mês em plataformas de mídia social, com ampla cobertura e abrangência. Temos nossas edições no formato de e-book e até um aplicativo para a plataforma Android disponível para seu smartphone, em fase beta de desenvolvimento.

 

O DOL cresceu, evoluiu, ultrapassou seu criador. Nesse vigésimo ano que começamos, nossa equipe acredita sustentar os princípios norteadores de seu idealizador e continuamos nossa missão com orgulho e satisfação. Como sempre, desejamos boa leitura!

 


* Professora Adjunta na área de Enfermagem e Farmacologia da Faculdade de Ceilândia - Universidade de Brasília

** Bacharel em Química com Atribuições Tecnológicas, Mestre e Doutor em Ciências, Professor Adjunto de Química na FCE-UNB